Poesias

DE QUE SERVE NASCER

De que serve ao homem nascer,
se o Destino do prometido paraíso
pelos deuses foi-lhe roubado,
a infância usurpada, os sonhos apunhalados, o inferno desapropriado,
negociado nas bolsas de valores,
e os exilados demônios hoje são
inquilinos da alma humana.


Paulo Roberto do Carmo
18/11/2016

 

 

Site da Rede Artistas Gaúchos desenvolvido por wwsites